BRIGA, organizaçom juvenil da esquerda independentista

Loja Virtual
Arquivo Gráfico
correio-e:
Compartilhar
Actualizada em
14/01/14
novas

BRIGA ganha recurso apresentado no TSJG contra a Delegaçom de governo e poderá manifestar-se no 24 de julho

imagem

Campanha Rebelar-se no presente. Revelar o futuro.

Julho 2012

O recurso apresentado pola nossa organizaçom ante o Tribunal Superior de Justiça de Galiza contra a resoluçom emitida pola Delegaçom do governo espanhol que proibia de facto a nossa manifestaçom, foi estimado polo alto tribunal e, portanto, este ano podemos oferecer certas garantias para evitar qualquer agressom policial ao nosso cortejo. Desta maneira, a manifestaçom dará início às 21.00h desde Porta Faxeira (Alameda de Compostela) e finalizará na Praça da Galiza.

Depois de três anos consecutivos de interrupçons ou impedimentos das manifestaçons convocadas pola nossa organizaçom nas noites de 24 de julho motivadas polas agressons desproporcionadas da polícia espanhola, nesta VIII ediçom da Jornada de Rebeliom Juvenil, BRIGA mostrou especial interesse em utilizar todas as vias legais para poder realizar o desenvolvimento da mobilizaçom sem problemas alheios à nossa responsabilidade.

Nos anos anteriores BRIGA simplesmente comunicou ante a Delegaçom do governo porque entendíamos que estavamos no exercício dum direito fundamental que nom necessita de nengum permisso para poder exercitá-lo. Porém, nom estamos ante um sistema verdadeiramente democrático e o exercício da liberdade de expressom brilha pola sua ausência.

Desta volta, duas fôrom as petiçons apresentadas ante a autoridade governativa. A primeira foi denegada alegando motivaçons de escasso rigor como "necessidade de manter a ordem pública" ou pola "previsível massificaçom das ruas devido à realizaçom dum concerto", e ofereciam umha série de condiçons para realizarmos umha outra proposta modificando horário e percurso com o objetivo de afastá-la da zona velha. Na segunda já dérom por desistido à entidade solicitante por nom adaptarmo-nos às arbitrárias condiçons que exigiam.

Ante esta resoluçom e a arrogáncia manifesta da Delegaçom do governo que nem sequer tivo em consideraçom a nossa proposta, os nossos serviços jurídicos realizárom um recurso que foi estimado finalmente polo TSJG permitindo a realizaçom da nossa manifestaçom segundo a proposta que realizamos em segunda instáncia.

De BRIGA queremos expressar a nossa satisfaçom pola vitória atingida ante a Delegaçom do governo espanhol nesta batalha livrada em salons judiciais. Porém, sabemos que as batalhas mais decisivas se vam dar na rua, assim que fazemos um chamamento ao conjunto da juventude rebelde e independentista deste país a celebrar esta pequena vitória manifestando-se com a bandeira da pátria, a vermelha e a lilás o 24 de julho desde as 21.00h desde Porta Faxeira.

Porque as ruas som nossas!

Avante a juventude rebelde galega no 24 de julho!!