BRIGA, organizaçom juvenil da esquerda independentista

Loja Virtual
Arquivo Gráfico
correio-e:
Compartilhar
Actualizada em
14/01/14
novas

Crónica das Jornadas Feministas

imagem

Especial Comissom Nacional da Mulher

Abril de 2010

Tal e como informávamos no nosso site o passado 10 de Abril tivérom lugar as Jornadas Feministas “Ofensiva patriarcal e formas de auto-organizaçom feminista” na compostelá Galeria Sargadelos.

Nos próximos dias iremos subindo à nossa secçom de documentos as intervençons das sete mulheres que ao longo do sábado nos achegárom parte das inumeráveis situaçons que afortalam e reforçam o sistema patriarcal na Galiza.

Nas jornadas tratarom-se temas tam importantes como a pouca rendabilidade económica das empresas da comunicaçom que se suple pola labor de propagaçom da ideologia do sistema da mau da jornalista Comba Campoy; a agressiva carga simbólica social que rodeia a sexualidade das lésbicas na intervençom da Mai Cambeiro (BOGA); o papel das mulheres no sindicato segundo Maria Rodinho (CIG) e a utopia da emancipaçom das jovens galegas que achegou a nossa companheira Noela Campanha.

Já na mesa redonda da tarde, após um agradável jantar no C.S. Henriqueta Outeiro, Paula Rios (MNG), Ilduara Medranho (AMC) e Magolla Sande (Foro Feminista da Galiza) começárom o debate sobre “formas de auto-organizaçom feminista” que rematava com um interessante colóquio entre o público assistente e @s representantes das organizaçons feministas lá presentes sobre qual é o feminismo no que apostamos, que tipo de referentes deve reivindicar ou qual é o papel real que jogam diversos aspeitos catalogados polos sectores dirigentes e os mass-meia como avanços para as mulheres.

Mas se houvo um ponto de encontro essa tarde sem dúvida foi a ideia de atopar uns pontos mínimos no que nuclear aos colectivos feministas para somar esforços e devoltar-nos todo o protagonisto que merecemos ter as mulheres nesta sociedade.

Já na noite entre petiscos, sorteios, risas, mais debate e música a festa no bar As Duas dava por finalizadas as jornadas feministas deste ano.

Avante a luita feminista!

Ver também o especial: Comissom Nacional da Mulher