BRIGA, organizaçom juvenil da esquerda independentista

Loja Virtual
Arquivo Gráfico
correio-e:
Compartilhar
Actualizada em
14/01/14
novas

BRIGA aposta pola Greve Geral no Dia do Internacionalismo Proletário

imagem

Campanha Tempo de crise, tempo de luita

Maio de 2010

A esquerda independentista saiu à rua para comemorar o 1º de Maio em médio da comoçom provocada polos últimos dados do Inquérito de Populaçom Activa do primeiro trimestre de 2010, que cifrava em 200.600 as pessoas desempregadas na CAG.

A juventude trabalhadora assistimos pontualmente à cita para finalizar a campanha de agitaçom e propaganda que desenvolvimos nos dias prévios, inserida à sua vez no marco da nossa campanha nacional contra a crise.

Com a legenda empregada, “Nem desemprego juvenil nem reforma laboral. Canha à patronal!” perseguimos o objectivo de enviar umha mensagem clara à juventude obreira e trabalhadora galega: O desemprego juvenil é um efeito colateral da actual situaçom, nom a sua causa. A burguesia está a despedir-nos em massa para minimizar os custos que provocou com a sua ánsia irracional de riqueza, e ainda se atreve a insinuar que a culpa é do mercado laboral, que nom é suficientemente flexível. Nom podemos aceitar as suas chantagens sem respostar.

A reforma laboral deve ser respondida com a convocatória da greve geral, único caminho para conseguir resultados. Esta foi a consigna mais coreada polos cortexos da esquerda independentista e socialista galega, assim como outras como “Reforma laboral, chantagem patronal”, “Trabalho digo para a juventude”, e “Contra Espanha e o Capital, luita obreira e nacional”, entre outras.

A seguir disponibilizamos algumhas imagens das principais manifestaçons:

Canto da Internacional em Compostela

Canto da Internacional em Compostela

Manifestaçom em Vigo

Manifestaçom em Vigo

Mobilizaçom também em Ferrol

Mobilizaçom também em Ferrol

Ver também a campanha: Tempo de crise, tempo de luita