BRIGA, organizaçom juvenil da esquerda independentista

Loja Virtual
Arquivo Gráfico
correio-e:
Compartilhar
Actualizada em
14/01/14
novas

"As inquietaçons antiabortistas da conselharia de Trabalho e Bem-Estar"

imagem

Especial Comissom Nacional da Mulher

Junho de 2010

Polo seu interesse, disponibilizamos na secçom de documentos o artigo de opiniom intitulado “As inquietaçons antiabortistas da conselharia de Trabalho e Bem-Estar: Protecçom do direito à vida em formaçom”, assinado pola nossa companheira Noela Campanha, e que fai apenas uns dias acolhia o portal da organizaçom comunista Primeira Linha.

O texto reage contra a apresentaçom do anteprojecto em “apoio à família e a convivência” impulsado pola conselharia de Trabalho e Bem-Estar do governo da Junta da Galiza. Um dos mais polémicos artigos dele é o que recolhe a “protecçom do direito a vida em formaçom”, a posta em marcha de campanhas de “sensibilizaçom” (é dizer, antiabortistas) ou fomentar a adopçom como alternativa ao aborto. Dita norma trataria-se de umha patética imitaçom da lei antiabortista aprovada polo governo do PP de Francisco Camps na Generalitat Valenciana o ano passado.

O executivo de Feijó reforça mais umha vez a sua decidida atitude antiabortista, desvelado umha estratégia que as jovens trabalhadoras galegas temos que combater até derrota-la. Assim no artigo reflexiona-se sobre as vias que estám a usar os integristas e na quais se entende esta medida. Este é o passo que segue à aprovaçom da Iniciativa Legislativa que fomentava o estabelecemento de concertos com grupos pró-vida que após ficar apartada polos debates que suscitara na altura ameaçam já com revitaliza-la.

Ver também o especial: Comissom Nacional da Mulher