BRIGA, organizaçom juvenil da esquerda independentista

Loja Virtual
Arquivo Gráfico
correio-e:
Compartilhar
Actualizada em
14/01/14
novas

Case 1000 euros em multa e 6 dias de arresto domiciliário por assinalar aos responsáveis da crise

imagem

Campanha Tempo de crise, tempo de luita

Junho de 2010

Os dous jovens independentistas acusados de fazer pintadas contra a crise, em várias entidades bancárias da cidade de Vigo, fôrom multados com case 1.000 euros, em conceito de indemnizaçom aos bancos e condenados a seis dias de arresto domiciliário.

Durante o transcurso do juízo, umha dezena de jovens concentrarom-se diante dos julgados em solidariedade com os dous companheiros e denunciando o acosso policial. Mas, de novo, as forças repressivas aparecêrom na cena, exigindo à juventude lá concentrada que saíra fora do recinto dos julgados, algo que nunca antes se figera com outros colectivos e organizaçons.

Há que lembrar que no momento dos factos que hoje fôrom julgados, em Outubro do 2009, a polícia espanhola actuara de maneira desproporcionada, retendo aos dous jovens que por mais de doze horas permanecérom incomunicados nos calabouços, sob umha acusaçom que polo geral resolve-se com umha identificaçom e umha denúncia.

Nos últimos meses, paralelamente o acrescentamento da gravidade da crise sobre a imensa maioria da populaçom galega, acrescentou-se de maneira notável a repressom contra as organizaçons que denunciam as injustiças e a inviabilidade do sistema. Em Vigo, várias pessoas fôrom identificadas e vítimas de um registro de mais de umha hora na via pública, polo simples facto de colar uns cartazes contra a crise e a favor da greve geral. O 10 de Junho, outros três jovens fôrom julgados sob a acusaçom de fazer pintadas contra a especulaçom.

Os factos demostram que a juventude mais consciente e combativa é perseguida de forma sistemática polo aparelho repressivo espanhol.

NOM A REPRESSOM CONTRA A JUVENTUDE!!

TEMPO DE CRISE, TEMPO DE LUITA!!

Ver também a campanha: Tempo de crise, tempo de luita