BRIGA, organizaçom juvenil da esquerda independentista

Loja Virtual
Arquivo Gráfico
correio-e:
Compartilhar
Actualizada em
14/01/14
novas

Várias jovens boicotam a figura do Papa Bento XVI em Compostela

imagem

Especial Comissom Nacional da Mulher

Novembro de 2010

Segundo fomos informad@s através do nosso correio nacional várias jovens boicotárom a estátua do Papa Bento XVI recentemente colocada em Compostela.

Polo seu interesse reproduzimos, na íntegra, o seu comunicado:

Através deste comunicado, as pessoas responsáveis do boicote à figura do Papa Bento XVI na capital da Galiza queremos transladar aos meios de comunicaçom que, coincidindo com a data do 25-N, dia Internacional contra a Violência Machista, várias jovens decidimos atacar este símbolo do patriarcado organizado.

A igreja católica é inimiga da libertaçom da mulher. A igreja católica quijo sempre, e ainda quer, manter o estatus secundário que na sociedade temos as mulheres como submissas, obedientes e consoladoras frente ao home capaz, dirigente e dominante.

A perpetuaçom desta desigualdade histórica que permite e acentua as diferenças de sexo coloca-nos no alvo da violência produzida pola frustraçom dum mundo injusto onde a mercantilizaçom de todo supom a trata mui maioritária de mulheres, e de todas as relaçons, incluidas as sexo-afectivas, que queremos protagonizar livres para eleger.

Nom somos livres. Vivemos sobmetidas a umha determinaçom social que nom podemos mudar sós. Necessitamos organizar-nos para dar umha resposta em condiçons à socializaçom da nossa discriminaçom. Na exploraçom do mundo do trabalho, onde somos pior remuneradas, pior tratadas e menos solicitadas para os mesmos cargos que os homes, está a evidência científica do nosso rol subsidiário no capitalismo, e da incapacidade para enfrentar-nos individualmente a um presente de opressom sobre um passado de massacres e genocídios sexuais que sempre bençoou a santíssima apostólica.

A vizinança de Compostela nom aprovou este reconhecimento nas nossas ruas ao pai da reacçom católica. O povo compostelano demonstrou rechaçar com actos e com abstençom as luzes de neom do papado. E a juventude compostelana continuará expressando-se contra esta exposiçom de simbologia do mais retrógado e antilibertário.

Pola emancipaçom de género!

Ver também o especial: Comissom Nacional da Mulher