BRIGA, organiza�om juvenil da esquerda independentista

Loja Virtual
Arquivo Gr�fico
correio-e:
Compartilhar
Actualizada em
14/01/14
novas
not/i242.jpg

Crnica da Escola de Formaom06

O fim de semana passado acolheu na comarca de Trasancos a terceira ediçom da Escola de Formaçom, organizada conjuntamente por AGIR e BRIGA, e que decorreu segundo o previsto nos dias 7, 8 e 9 de Abril baixo a legenda Procurar a memória da resistência.[...+]

not/i238.jpg

Novos dados oficias confirmam precariedade laboral da juventude galega

Enquanto os meios de comunicaçom e os partidos do sistema insistem em falar da violência nas aulas, da venda de drogas nas escolas ou do botelhom, propaganda que unicamente servem de coarctada para promover medidas repressivas contra a juventude, ninguém parece preocupar-se das terríveis condiçons laborais às quais nos enfrentamos.[...+]

not/i228.jpg

BRIGA ante as ltimas convocatria de botelhons

Ante as convocatórias espontáneas que jovens de diversas cidades galegas tenhem realizado, e ante as declaraçons institucionais e mediáticas que sobre o botelhom se figêrom e estám a fazer-se, BRIGA quer manifesta: 1. Com a excussa do botelhom está a realizar-se um forte despregamento de meios repressivos, nomeadamente policiais, nas zonas de reuniom da juventude, inserindo-se esta vigiláncia e seguimento no plano de controlo social da juventude iniciado este Janeiro polo Ministério de Interior espanhol. [...+]

not/i225.jpg

Massivas e combativas mobilizaons da juventude na Frana contra a precarizaom laboral

A passada quinta-feira 16 de Março celebrava-se a segunda jornada de luita na França após as mobilizaçons das últimas semanas, nas que as miles de jovens francesas/es sairom a rua a reivindicar e esigir a retirada das medidas laborais recentemente aprovadas polo governo de Chirac e Villepin. [...+]

not/i222.jpg

10-M: Paremos a impunidade laboral. A juventude trabalhadora galega por um futuro digno

A nova etapa do PSOE à frente do governo espanhol, e do PSOE-BNG no "governinho" da Junta tenhem mostrado umha incapacidade total para acabar com os males endémicos da juventude, que agora fica em maos do empresariado para que faga connosco o que quiger, sem nengumha alternativa real excepto promessas de governos e sindicatos reformistas, que renunciárom a dar a batalha que hoje, aqui, @s jovens afrontamos.[...+]

not/i220.jpg

Os nossos direitos temos que arranc-los fora!!

Como cada ano as semanas e dias prévios ao Dia da Mulher Trabalhadora venhem carregadas de novos projectos, de novas leis e mais investimentos para lograr a tam procurada igualdade. Propaganda e mais propaganda. Desde o ano 1988 até o 2006, os sucessivos governos espanhóis desenvolvêrom até quatro planos chamados de igualdade que tivérom como principais obxectivos fomentar o reparto equilibrado [...+]

not/i217.jpg

A UE autorizar a intervenom de linhas telefnicas e internet

A finais do mês de Fevereiro, o Conselho de Ministros de Justiça e Interior da Uniom Europeia aprovárom umha normativa que obriga às empresas de telecomunicaçons a reter durante um período de 6 a 24 meses dados de conversas telefónicas e electrónicas.[...+]

not/i207.jpg

O estado francs rebaixar a idade laboral aos 14 anos

O governo francês vem de apresentar um pacote de medidas de urgência que atenta gravemente contra os direitos da juventude, protagonista nos últimos meses dumha onda de enfrontamentos com as forças de ordem que puxo literalmente em xeque o governo de Chirac e Villepin durante vários meses. Entre estas medidas, rebaixa-se a idade mínima legal para entrar no mercado laboral aos 14 anos, enquanto se legaliza o despido preventivo para as empresas.[...+]

not/i204.jpg

Condenam a militante de BRIGA a pagar mais de 1000 euros de multa

Esta mesma semana conheceu-se a sentência de mais de 1000 euros imposta a um militante de BRIGA acusado polo Concelho de Compostela de realizar diversas pintadas na cidade o mês de Novembro de 2004, apenas umhas semanas após a celebraçom do Congresso Nacional Constituinte.[...+]

not/i203.jpg

Servio Galego de Colocaom exclue mulheres das ofertas de emprego

O Serviço Galego de Colocaçom, organismo dependente da Conselharia de Trabalho da Junta da Galiza, segue a ser objecto de denúncia, já nom só pola sua demostrada ineficácia na promoçom do emprego, senom polo empecinamento dos seus novos gestores em continuar as mesmas práticas machistas e excluintes do governo Fraga, dirigindo exclusivamente as ofertas de trabalho aos homes.[...+]