BRIGA, organiza�om juvenil da esquerda independentista

Loja Virtual
Arquivo Gr�fico
correio-e:
Compartilhar
Actualizada em
14/01/14
novas
not/i719.jpg

Vinte e um dias de greve e miles de obreir@s do metal do Sul da Galiza mostrando-nos o caminho a seguir

Quando o 11 de Junho anunciavam o começo de umha greve indefinida, dado a impossibilidade de chegar a acordos com a patronal sobre o horário e salário que devia recolher o convénio, poucos eram conscientes de que a classe trabalhadora galega ia dar umha das mais dignas mostras da combatividade e coerência proletária na luita contra a precarizaçom do emprego na Galiza. Desde o começo, o patronato optou pola via do desgaste ameaçando com a inestabilidade da empresa, a pesares de saber que cedendo às reivindicaçons das melhoras salariais finalmente as perdas resultariam menores para eles. [...+]

not/i715.jpg

Dia do Orgulho LGTB passa sem comemoraom na Galiza

A quarenta anos e um dia dos distúrbios do bairro de Greenwich nos que travestid@s, lesbianas, gays e transexuais se enfrentárom à polícia durante dias, as ruas da Galiza ficárom vazias durante o do Dia do Orgulho que celebra esta luita, quando finalmente a Federaçom Aturuxo nom convocou a manifestaçom nacional que percorreu Compostela nos últimos anos. Isto produz-se numha cojuntura francamente funesta. BRIGA tem denunciado em diversas ocasions a brutal ofensiva patriarcal e lesbigaytransfóbica que se tem recrudecido a partir do estourido da crise estrutural do capitalismo em 2008.[...+]

not/i709.jpg

Marcha contra ENCE: a juventude contra a crise e o terrorismo ambiental

A incontestável realidade da crise do capitalismo dá-lhe umha nova dimensom a um problema que Ponte Vedra leva sofrendo desde há décadas, e abre um horizonte novo para esta luita sobre o que queremos reflexionar. 1. Este complexo industrial tem reduzido a biodiversidade e riqueza natural da ria de Ponte Vedra a um biocemitério industrial, destruindo miles de postos de trabalho e queimando o desenvolvimento local sostível a través da marisqueio, a pesca, o monte, etc.[...+]

not/i700.jpg

Propaganda integrista, fora da Galiza. Aborto livre!

Desde o 20 até o 28 de Maio o autocarro da misógina associaçom antiabortista Direito a Viver percorrerá um bom número de cidades galegas na procura de assinaturas em apoio ao seu integrismo. Ante tam indesejada visita e as continuas campanhas fundamentalistas as jovens de BRIGA fazemos um chamado a respostar na rua a esta nova provocaçom ao feminismo de classe e manifestamos: 1. As campanhas antiabortistas da Conferência Episcopal, do Foro Espanhol da Família, o de Direito a Viver ou a Declaraçom de Madrid assinada por fundamentalistas intelectuais católicos (muitos professores nas universidade galegas) evidenciam a preocupante situaçom dos direitos sexuais das mulheres.[...+]

not/i698.jpg

BRIGA chama a participar na mobilizaom da plataforma "Galego, sempre mais"

A cercania do 17 de Maio e a iminência da mobilizaçom em defesa do galego convocada pola plataforma Galego Sempre Mais, reveste umha releváncia muito maior do que em anos anteriores. O tranze agónico que atravessa a nossa língua, o desterro ao olvido mais absoluto de todos os traços que nos identificam como povo, a imposiçom do falso consenso que está a exterminar a nossa identidade colectiva; está a alcançar umha violência despiadada cada vez mais difícil de agochar sob o manto da convivência harmónica entre línguas, esse partilhamento esquizofrénico que existe só na teoria do opressor.[...+]

not/i689.jpg

1 de Maio. Tempo de crise, tempo de luita!

O capitalismo atravessa umha crise estrutural sem precedentes na história, que colocou ao sistema ao borde do colapso. A irracionalidade deste sistema injusto e predador afoga hoje mais do que nunca ao povo trabalhador e os ERE´s e feches de empresas e as permantes ameaças as conquistas da nossa classe som a resposta da patronal aos primeiros indícios da queda dos seus multimilionários benefícios.[...+]

not/i680.jpg

Antifascistas enfrentam-se a cinco anos e mdio de prisom e multas de 23.900

O próximo dia 20 de Abril três antifascistas sentarám no banco da acusaçom nos julgados da Corunha para enfrentarem penas dum total de cinco anos e médio de prisom e multas de 23.900 , polo delito de danos em bens de valor histórico, artístico, científico, cultural ou monumental. Os factos aconteceram em Maio de 2005, enmarcados na campanha da plataforma contra o desfile das FA na Corunha, e na campanha antimilitarista Que se vaiam!, desenvolvida simultaneamente por BRIGA. [...+]

not/i679.jpg

Guardia Civil irrompe na Escola de Formaom

A perseguiçom dos diferentes corpos armados espanhóis, no caso da última Escola de Formaçom por parte da Guardia Civil, alastra-se sob o mandato do autodenominado governo socialista e de progresso a través da sua mao executória na Galiza, o fascista impenitente Manuel Ameijeiras, delegado do governo e máximo mandatário das forças de ocupaçom.[...+]

not/i670.jpg

Lume Conferncia Episcopal!

O fundamentalismo católico continua atacando a reivindicaçom histórica do feminismo de classe: o direito da mulher a abortar. Desta volta, a Conferência Episcopal arremete com a Campanha Protege a tua vida! fazendo umha populista comparaçom com a protecçom legal dos animais em perigo de extinçom. Pretende assim pressionar e impedir, com os seus meios de comunicaçom e a ajuda do PP, a reforma da Lei do Aborto e a Lei de Praços proposta pola Comissom de Igualdade no Congresso fai agora pouco mais dum mês.[...+]

not/i668.jpg

Concelho de Vigo soma-se legislaom anti-botelhom

O 16 de Janeiro aprovou-se em Vigo, a Ordenança de convivência cidadá e o ócio, mais conhecida por lei antibotelhom ou lei seca, com os votos de PSOE e BNG e que entrará em vigor no mês de Março. A medida é similar a que entrou em vigência o 22 de Fevereiro em Ponte Vedra, e com anterioridade em Compostela e A Corunha. Descontento vizinhal ou privatizaçom do espaço urbano e repressom juvenil? [...+]