BRIGA, organiza�om juvenil da esquerda independentista

Loja Virtual
Arquivo Gr�fico
correio-e:
Compartilhar
Actualizada em
14/01/14
novas

Com mentiras e mais roubo ao povo trabalhador pretende o PP reduzir o desemprego juvenil!!

imagem Abril 2013

Muito menos mediatizada que outras normas recentes, o PP tirou adiante com a sua marioria absoluta no parlamento espanhol o chamado o Real Decreto de apoio ao emprendedor, o crescimento e o emprego.

De BRIGA fazemos menom a esta nova para analisarmo-la e oferecer umha leitura crtica, juvenil e cientfica baseada no contedo mesmo do texto normativo. A sua importncia nom escassa, como veremos a seguir.

Nom nos irrelevante porque est especificamente criada para menores de 30 anos, essa faixa etria cujo setor trabalhador padece um desemprego indito e em ala na Galiza, volta das 80.000 pessoas menores de 30 anos demandando emprego a finais de 2012 (e a cousa tem piorado). 49,7% da juventude galega segundo o INE.


1. Contrato vinculado formaom

    Nome falso, pois no seu articulado permete que a empresa nom se ocupe da formaom, que poder remitir-se dos servios pblicos ou qualquer outra acreditvel, assim como de idiomas ou novas tecnologias (sic), pola nossa conta.
    Nunca poder ser superior a 50% da jornada ordinria a tempo completo
    Em pleno esplio das pensons pblicas, o governo autoriza a BONIFICAOM PBLICA DE 75% OU 100% DA QUOTIZAOM EMPRESARIAL SEGURIDADE SOCIAL POR 12 MESES PRORROGVEIS POR OUTROS 12.

2. Contrato de primeiro emprego

    Jovens sem experincia laboral ou menos de trs meses.
    Contrato temporrio de 3 a 6 meses prorrogvel at 12 meses.
    Nunca poder superar 75% da jornada ordinria a tempo completo.
    A conversom do contrato em indefinido supor BONIFICAOM COM CARGO SEGURIDADE SOCIAL DURANTE 3 ANOS, tanto se a tempo completo como parcial, podendo rebaix-la a 50% da jornada ordinria a tempo completo. 500 por homes e 700 por mulheres, anuais, da caixa pblica!

3. Nova modalidade de contratos em prticas para o primeiro emprego

    Suprime-se a limitaom dos 5 anos desde a limitaom dos estudos; agora poders ser contratado em prticas eternamente!
    Reduom das QUOTAS EMPRESARIAIS ENTRE 50 E 75%

4. Outros benefcios empresariais

    800/ano durante trs anos para cooperativas por nov@ empregad@
    Para empresas de inserom, ser de 1.650/ano durante toda a vigncia do contrato temporrio ou trs anos se for indefinido.

5. Alarga-se intervenom das ETT

    As ETT poderm assumir a carga formativa ou concertar contratos com terceiras empresas para se ocuparem dela nos contratos de formaom e de aprendizagem.

6. Empresas privadas gestionarm contrataom pblica

    Tal como soa, os servios pblicos de emprego poderm recorrer a empresas para facilitar a mediaom e colocaom laboral. Ou seja, a administraom encarregada da gestiom do emprego subcontratar com dinheiros pblicos o seu trabalho a empresas privadas. Toda umha linha aberta para facilitar ainda mais a corrupom!