BRIGA, organiza�om juvenil da esquerda independentista

Loja Virtual
Arquivo Gr�fico
correio-e:
Compartilhar
Actualizada em
14/01/14
novas

Nova morte dum jovem operário

imagem

Fevereiro de 2006

Um jovem de 21 anos, natural de Bueu morreu esta madrugada no asteleiro Nodosa em Marim, após de que umha das chapas metálicas que manipulava lhe caira acima provocando-lhe a morte.

Este novo "acidente" une-se às recentes mortes em Ponta Langosteira nas obras do porto exterior da Corunha, configurando umha linha preta de operári@s assassinad@s polo terrorismo patronal nos diferentes portos galegos.

Enquanto a sinistraliedade cresceu um 78% na Galiza nos últimos 10 anos, com 103 trabalhadores/as mort@s na CAG em 2005, enquanto responsáveis directos destas mortes seguem a enriquecer-se da funesta indústria da exploraçom laboral que provoca um/umha trabalhador/a mort@ cada três dias, líderes visíveis destas máquinas de assassinar jovens que som as empresas como António Fontenla continuam a amassar grandes fortunas em conivência com o poder político corrupto e mafioso da Junta, que segue a guardar um mutismo absoluto a este respeito, fora de brindes ao sol e declaraçons de boas intençons que ficam sempre em águas de bacalhau.

De BRIGA nom deixaremos de assinalar aos culpáveis de acidentes como este, claramente evitáveis e provocados polas condiçons de trabalho com jornadas laborais esgotadoras, nocturnas, mal-pagas e sem as mínimas condiçons de segurança que impom poder empresarial do capitalismo espanhol, condenando-nos aos/às jovens a ser mais umha vez protagonistas involuntári@s da crónica preta do terrorismo patronal na Galiza.