BRIGA, organiza�om juvenil da esquerda independentista

Loja Virtual
Arquivo Gr�fico
correio-e:
Compartilhar
Actualizada em
14/01/14
novas

Coordenadora contra Guerra de Ponte Vedra: OTAN NOM, BRILAT FORA!!

imagem

Abril de 2009

A Coordenadora contra a Guerra de Ponte Vedra comea umha nova jeira de actividades, desta vez, centradas na denncia do ttrico papel que joga a OTAN como brao armado do imperialismo desde a sua constituiom o 4 de abril do 1949.

Assim o passado 4 de abril, dia do seu 60 Aniversrio, a Alameda de Ponte Vedra acolheu o acto inicial onde vrias pessoas despregarom umha faixa com a intenom de tirar do esquecimento a reivindicaom do OTAN NOM!.

Nas vindouras semanas iremos informando das actividades que vaiam programando.

De BRIGA apoiamos esta iniciativa, acreditando na luita antimilitarista como parte do caminho que h que percorrer para dobregar imposiom militar imperialista do actual sistema patriarco-burgus.

Polo seu interesse disponibilizamos o texto do dptico editado pola plataforma:

A OTAN umha aliana militar criada em 1949 por iniciativa dos Estados Unidos e incluindo alguns Estados da Europa ocidental e Canad. Esta aliana era em teoria defensiva frente ao suposto perigo da Uniom Sovitica e os Estados assinantes do Pacto de Varsvia. Na realidade foi o meio utilizado polos EUA para controlar militarmente Europa, do mesmo jeito que o Plano Marshall foi utilizado polos norte-americanos para assegurar umha boa posiom na economia europeia, longe do altruismo que nos vendrom. Nesta etapa de Guerra Fria a OTAN foi responsvel, por exemplo, da instalaom na Europa de armas nucleares que punham todo o continente em grave perigo.

Com a queda da URSS e todo o Bloco do Leste entre finais dos oitenta e comeos dos noventa a OTAN j nom tinha razom de ser. Mas longe de serem eliminada para favorecer um mundo mais pacfico os seus membros decidrom mant-la e ampli-la, convertendo-a no brao armado das potncias ocidentais, lideradas sempre polos EUA, no novo contexto de dominaom capitalista mundial.

Assim comeou a sua ampliaom cara o leste da Europa, a sua justificaom ideolgica como ferramenta para levar a cabo missons de paz ou de ajuda humanitria e a procura de novos inimigos inventados como o terrorismo internacional, o Islm ou qualquer outro que se resistir aos interesses norte-americanos e europeus. E comerom as suas agressons e ofensivas, como o ataque Jugoslvia em 1999 ou a participaom na ocupaom do Afeganistm (com participaom do Estado espanhol) que ainda continua.

Os enormes gastos militares som tambm resultado deste novo rumo. O custo total dos gastos em armamento dos Estados membros da OTAN supom o 70% dos gastos militares mundiais. O mesmo sucede no Estado espanhol, com subas anuais continuadas nos oramentos militares. Para este ano o gasto militar previsto polo Estado de 18.609,60 milhons de euros, que suponhem gastar 50,98 milhons de euros cada dia, recursos que nom se destinam a resolver os verdadeiros problemas (laborais, sociais, ambientais, a pobreza) que a maioria temos que enfrentar a dirio. Justificam as intervenons militares por razons humanitrias mas surpreendente olharmos que s destinam 0,006% de todo o gasto militar em questons humanitrias.

Do ponto de vista da nossa cidade, nom podemos deixar de falar da base militar da BRILAT. umha base militar que ocupa terrenos comunais, que foram j campo de concentraom e trabalho forado durante a Guerra Civil, roubados fora polo Estado durante o franquismo, base que agora o Governo espanhol quer ampliar em contra da vontade d@s vizinh@s das parquias lindeiras. Esta ampliaom fai parte tambm dos desgnios e necessidades da OTAN, nom em vam a BRILAT participa na ocupaom de Kosova, Lbano ou Afeganistm, esta ltima, por certo, custou 700 milhons de euros s arcas pblicas desde 2002.

Por todo elo, da Coordenadora Contra a Guerra queremos aproveitar o 60 aniversrio da fundaom da OTAN para unirmo-nos aos actos de protesto internacionais e denunciar o seu papel real, agressivo e de imposiom militar do capitalismo em crise. Queremos lembrar as grandes mobilizaons dos 80 contra a entrada do Estado espanhol ( e com este da Galiza) na Aliana Atlntica, s derrotadas por meio da chantagem e do uso polo PSOE de todos os meios do Estado, tambm a luita antimilitarista levada avante pol@s insubmiss@s e objectores/as de conscincia. E exigimos a dessapariom da base da BRILAT de Ponte Vedra, a sada do Estado espanhol da OTAN e, finalmente, a eliminaom da prpria Organizaom do Tratado do Atlntico Norte.

Cartaz editado pola Coordenadora

Cartaz editado pola Coordenadora